Trecho da Semana

Não tem problema em descansar um pouco,
apenas olhe para o que está na sua frente,
e continue seguindo, sem se deixar estremecer
(Hi No Hikari Sae Todokanai Kono Basho De - Miyavi ♥)

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Acredito que errado é aquele que fala correto e não vive o que diz*


Como é fácil amar, o difícil mesmo é esquecer e perdoar alguém mesmo quando ele nos fere, nos trai ou nos decepciona. Aliás, falar para os outros que esqueceu, mentir através de sorrisos e desejar o melhor para o outro não é esquecer, é querer convencer a si próprio. Tirar alguém do pensamento e do coração não exige que os outros saibam é coisa que se faz silenciosamente. 
Como é fácil aconselhar baseado no julgamento que fazemos das ações da outra pessoa; nós os reis benevolentes que podemos julgar e dizer qual a melhor coisa que alguém deve fazer sem se preocupar em fazer o mais difícil: escutar. Não apenas as palavras, isso é fácil, mas escutar de verdade o que o outro diz e o que ele não diz, através de gestos, olhares e pedidos silenciosos.
Como é fácil fazer o outro acreditar em uma mentira criada por nós, o difícil mesmo é dizer a verdade, mesmo que machuque, mesmo que faça o outro nos olhar diferente. Viver uma vida baseada em mentiras, esconder segredos, mentir para si mesmo, pode parecer o caminho mais fácil, mas, uma vez que uma mentira for descoberta, todo o seu mundo de fantasia irá ruir e provavelmente só sobrará você para limpar os destroços.  
Como é fácil acusar alguém, julgar pelas escolhas erradas, pelas relações erradas e até mesmo destruir seus sonhos, o difícil mesmo é apoiar, é perdoar, é tentar passar esperança para quem caiu, para quem errou, para quem sonhou e não alcançou. Fácil é alegrar-se com a queda do outro, o difícil é ajudar a levantar. 
Como é fácil fingir ser amigo, dizer 'te amo' sem amar, o difícil é confiar no outro sem duvidar, é dizer 'eu te amo' sem esperar retribuição e sem esperar que o outro fale primeiro para que possamos dizer como nos sentimos.
Como é fácil fazer promessas, seja para nós mesmos ou para os outros, o difícil mesmo é cumpri-las ou acreditar nelas quando são feitas para nós. 
Pois, fácil é fingir ser o que não é em um mundo em que quem ganha nem sempre é quem merece; Em um mundo em que o medo de se machucar nos empurra a solidão; Em um mundo em que as amizades são facilmente quebradas; Em um mundo em que a violência e a corrupção são facilmente identificáveis; Em um mundo onde a fé virou comércio e o amor liquidação. O difícil mesmo é tentar ser a diferença no mundo, mostrando quem realmente é.

== * ==

Às vezes, pensamos que não podemos fazer nada para aliviar o sofrimento de um amigo, pois já tentamos de tudo para alivia-lo e não obtivemos sucesso, mas, talvez, ele só precise disso: saber que você estará lá por e com ele para faze-lo rir, para escutá-lo, para compreende-lo mesmo que não compreenda e para amá-lo.


*Trecho retirado da música Zaluzejo de O Teatro Mágico

3 comentários:

  1. DEMAIS LIA! COMO TODOS OS OUTROS TEXTOS QUE VOCÊ FAZ,SEMPRE EMOCIONANTE E MOSTRANDO COISAS OBVIAS QUE NEM SEMPRE OBSERVAMOS OU TEMOS TEMPO PARA OBSERVAR.
    PERFEITO

    ResponderExcluir
  2. É triste, mas a vida é assim mesmo. Às vezes colocamos até sem querer um sorriso no rosto e queremos acreditar que é verdade...

    Mas enfim... Um feliz ano novo para ti.

    Beijos, flor.

    ResponderExcluir
  3. Eu me encontro em cada palavra sua você parece até me conhecer perfeitamente, porque nos últimos tempo minha vida se baseou em fingir, fingir viver, fingir sentir, amar, fingir, eu não posso dizer que ganhei nada com isto e se perdi no momento ainda não me faz falta.. O mundo, inevitavelmente está perdido, se há salvação eu não encontro..onde todos seguem as regras de uma tal sociedade invisível e medíocre...

    ResponderExcluir

Sou uma boa ouvinte! Fale-me sobre as suas impressões do post, sobre a sua vida, sobre música, sobre livros, sobre os amores perdidos ou encontrados, sobre seus sentimentos, sobre tudo ou não fale sobre nada e apenas sorria :D
Só não deixe de comentar!